domingo, 22 de junho de 2008

Sou...



As ondas do mar beijando a praia
Os raios de sol iluminando a vida
As chuvas intensas lavando as almas
As tristes histórias perdidas no tempo
Os beijos eternos entregues ao vento
O passado injusto cheio de marcas
As lágrimas mortas manchando as faces
O futuro incerto pedindo passagem
As alegres palavras ditas a parte
As amargas lembranças unidas à dor
O presente ansioso aguardando sem cor
A eterna procura por braços abertos
A solidão obscura que chega tão perto.
A.A.Júnior

11 comentários:

Charmoso disse...

Lindo Poema

beijinho

sonhos disse...

Com cada palavra me identifico, se fosse eu a escrever não teria feito melhor.

Bjs

helena disse...

Olá,
esquece a tristeza!
Amanhã é noite de S. João... compra um martelo e bora lá pra farra!
Bjx cheios de luz

Carlos disse...

Olá,

Em tão pouco diz muito.
«A eterna procura por braços abertos
A solidão obscura que chega tão perto»
Temos que lavar o passado e estar prontos a amar de novo, não desista,nunca , ainda vale a pena acreditar.


Tudo de bom

O Profeta disse...

És imensa no sentir...


Doce beijo

Som do Silêncio disse...

Lindo o que aqui li...

Beijo terno

Livre disse...

Sim eu sei que nunca se pode desistir e sei q se lutar, mais ou menos, tenho tudo aquilo que quero ! :D*
Beijinhos

paula disse...

Muito bonito aquilo que escreves . Porque escreves com a alma , com um sentimento imenso .
Deixo-te um beijo e espero que a felicidade te encontre , sempre .
Paula

JustMe disse...

Muito bom, muito bom MESMO...
Sejas quem fores,
E como fores, e por onde fores...
Nunca percas essa enorme sensibilidade que tens...

Obrigado,

JustMe
Abraço-te

Xinha disse...

Olá, amiga !

Mais uma belissima escolha.
Um poema simples, mas intenso e cheio de significado !

Lindas as tuas escolhas!

Xi-coração

G.D.M. (Wolf) disse...

Kittie olá

muito intenso como habitué..

vive-se assim com intensidade..

e vive-se ...feliz..

kiss kiss