quarta-feira, 11 de março de 2009

O meu tesouro


11 de Março de 1994
Muito pequenina, indefesa...simplesmente Linda !!

Teimava em ficar unida e protegida em mim.
Sentou-se determinada.
E eu...
Eu ansiava por saber como seria o seu rosto, como seriam os olhos, a boca, se teria cabelos escuros...quem sabe caracóis como eu.
Foi tão desejada, que já antes de nascer era amada.
Lembro-me que segurá-la nos meu braços e vê-la adormecer era um prazer imenso, uma recompensa diária. Lembro-me desse primeiro dia com uma nitidez incrível como se tivesse sido ontem, algo que jamais esquecerei pela alegria que senti, e ainda hoje recordo.

LINDO

Mas passaram 15 anos, e hoje quando hoje olho para ela sinto um orgulho imenso.

MULHER
Amiga
Companheira
Corajosa
Lutadora
Destemida
Aventureira
Emotiva
Meiga
Carinhosa
Divertida

JUDITE

Amo-te filha !

6 comentários:

JustMe disse...

Parabéns pela partilha...
Por certo o orgulho é mutuo...

Bjs
Abraço-te
JustMe

Oui C'est Moi disse...

;) Ainda não entendo o que escreves, só posso imaginar. Parabéns pela melhor criação que o ser humano pode criar - a vida!
Parabéns à Judite pela mãe que tem.

Bj

sonhos disse...

Entendo tão bem os teus sentimentos amiga, parabéns à Judite pela mãe que tem, o orgulho deve ser mutuo.

Beijinhos

Miguel disse...

Correndo o risco de me repetir, parabéns à Judite pela mãe que tem. Um abraço deste amigo e votos de muitas felicidades para as duas.

ลndreia disse...

Que sentimento lindo este! *

Livre disse...

Obrigado plo que escreves-te aqui, no teu blogue, no teu sitio, no teu espaço ... Obrigada por seres o que és, por me mostrares que nem tudo tem um lado mau, por teres estalo lá quando mais precisei de um paoio, de um guia, de uma pessoa que me amasse de verdade. Sei que sou fruto de um amor, de um grande amor, que jamais esquecerás e que jamais terás outro igual. Amor de juventude, tornado em casamento ... Sim, certamente é a mais bela história de amor :)
Mãe, que mais posso eu dizer?! Obrigada?! Bem, já me estou a repetir.
O meu pai diria: "Judite estás enorme, mas ainda me lembro quando eu te vi lá deitada ao lado da tua mãe, eras feitinhas, mas tornaste-te tão linda"
AMO-TE MÃE e seremos para sempre mulheres, sensíveis, carinhosas, amaveis, seremos para sempre NÓS !