terça-feira, 15 de julho de 2008

Um ano depois



Um ano depois...ainda me é impossivel esquecer a dor...
Que estilhaça, que esmaga o peito...
A que se sente quando nos dizem que podemos perder um filho...
Foram as três piores noites da minha vida...sozinha...com ela...
Sem sono...sem poder fazer nada...a não ser olhá-la...
Um pavor imenso de perder a única coisa que realmente tenho...
E cá fora o meu mundo desabava...eu não tinha mundo, tinha ilusões.
Só o café me manteve em pé, só a teimosia me pedia para não chorar...
E foi um inicio e um fim, para nós duas...
Apesar de nenhuma das duas conseguir ainda hoje ser feliz,
acho que estamos a caminho...
Cada dia um passo, cada hora uma batalha, e a vida vai-se vivendo...

O que nos dá alento para seguir ?
Quem somos nós , quando a dor quase nos destrói ?
Como esquecer aquela dor ...
Se as recordações teimam em voltar...se o sono não vem...

Porque é que ninguém nos ensina a sofrer ?

13 comentários:

Só Eu disse...

Tocante!
Chega mesmo a emocionar.
Não sei o que dizer mais. Faltam-me as palavras.
Só digo: Coragem. Eu vou estando por aqui (se este estar for util...)
Beijinhos

sonhos disse...

Não se ensina a sofrer mas sim a viver, aprendemos com a dor a angustia o sofrimento, temos que viver ou sobreviver.

Bjs

CamaReira disse...

A maior dor é ver um filho sofrer, comparaddo com isso todas as outras são superáveis.
Força.
Beijos

pandora disse...

Nada nos ensina a sofrer e dizer que o tempo cura ou atenua a dor é um completo disparate, passe um mês, um ano ou dez. É preciso muita força interior para reagir e seguir em frente, acreditando sempre que o amanhã será melhor. Força, amiga!

Iveta disse...

(nimguém nos ensina a sofrer, a vida encarregasse disso)
Animo. Coragem.

beijo

helena disse...

Como já disse a alguém: por vezes é preciso ter muita coragem para virar as costas!
Sei que tens essa coragem...
Já abandonaste o trilho por onde caminhaste de mãos dadas e onde ficaste sozinha.
Mas todos temos o direito de mudar de rumo... e isso tens de aceitar para poderes continuar.

Passou um ano... e quando menos esperares o sofrimento esfuma-se como por magia... O passado serão apenas suaves lembranças perante o futuro sorridente!

Fico à espera de muitos sorrisos.

Bjx para dar cor ao teu dia

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Realmente; Como esquecer aquela dor?
Magnífico, adorei.

Livre disse...

Sim, as duas sózinhas, mas a tua força fez com que eu não desistisse de lutar! Fez com que aquelas noites horriveis naquela cama de hospital fossem inferiores ao teu sofrimento de quando um braço amigo se colocou pelos teus ombros e te deram a pior noticia da tua vida ... Não me apercebi do quão grave poderia ser, mas tu estavas lá e eu não tinha medo !
Amo-te mãe por tudo mesmo ;D*

Filipe Oliveira disse...

Vamos aprendendo por nós próprios.

bj

Detalhes disse...

A ti que admiro, deixo o meu beijo.
Continua a ser quem és!

Bjs

Nilson Barcelli disse...

Nunca estamos preparados para sofrer.
Tem coragem que vais vencer.
É uma questão de tempo.

Boa semana
Beijinhos

espirra canivetes disse...

Olá,
realmente ninguém está preparado para sofrer!

Somos alérgicos ao sofrimento

Aaaaatchiiim

FB disse...

Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.