sábado, 18 de abril de 2009

Tenho sede


Sede
da água do mar
de sonhar
Sinto sede de acordar...devagar
De querer estar...e de ficar
Vontade de saborear
Sede de abraços ao luar

Sede
do cheiro a terra molhada
da maresia inesperada

Sede de tudo e de nada


nl.

2 comentários:

Pó das estrelas disse...

escolhe um ia e sacia a tua sede. nunca devemos adiar nada.

bj

Nilson Barcelli disse...

Mas a água do mar faz mais sede ainda...
Cara amiga, gostei das tuas palavras, são lindas.
Bom resto de semana, beijos.